Participe da Mais nova onda do Skoob

Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 12 de setembro de 2010

O conformismo é uma pena


  
    Já se tornou rotina, sentirmo-nos diminutos perante a sociedade e ao sistema imposto por ela. O significado da palavra comodidade parece ter sido reformulado de maneira a nos seduzir, demonstrando assim, que as melhores soluções para os problemas existentes seriam a omissão e o silêncio. Embora seja uma situação pertinente a essa geração, não podemos negar o  fato de que esse comportamento seja fruto de toda uma tragetória histórica.
    Com relação ao perído do regime militar no país, a população era oprimida, o direito de ir e vir já não se fazia presente e muito menos a liberdade de expressão. A maioria das pessoas que fizeram parte de toda essa repressão, não se sente à vontade para conversar abertamente sobre o assunto, dessa forma podemos concluir o tamanho da marca que essa época deixou nos cidadãos. No entanto, depois de tantos anos terem se passado, a mídia trata esse fato como sendo pequeno e isolado perante o mesmo período vivido em outros países. Seria esse mais um descaso da imprensa ou um pensamento construído através das décadas?
     É importante relembrar que as pessoas enquanto humanas são seres racionais, logo, possuem a capacidade de análise da situação, extraindo dela um pensamento crítico. Porém, a conveniência adquirida e absorvida pela sociedade e seus inúmeros artifícios, trouxe consigo a comodidade e a praticidade de silenciar um pensamento e esconder idéias contrárias à massa social em prol de um possível bem puramente individual.
     O que há de mais interessante no "umbigocentrismo" é o falso pensamento que persiste na mente de quem adere a ele, o qual gera um conforto momentâneo, partindo do princípio de que  dessa maneira seu conforto não será atingido e que aparentemente está tudo bem. No entanto, torna-se escravo de seus próprios medos, pensamentos e angústias.
     No conformismo é depositado o fim da luta por uma causa. Toda bagagem extraída de anos de batalha é abandonada. Baseado nele, todas lágrimas derramadas pelas mortes dignas são denominadas de poças d'água, as quais diariamente são pisoteadas por estranhos. O que resta é armazenado e documentado em bibliotecas, somente para que se cumpra com a burocracia, sendo elas futuramente  fontes de pesquisa. Mas, enquanto existir a indignação e o desejo de transformar, por menor que seja, o conformismo, ainda assim, penderá para o lado da extinção.



"Os grandes só parecem grandes porque estamos ajoelhados"
Che Guevara


Ludimila do Nascimento Bassan
(O Olho que tudo vê)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las".
(Voltaire)