Participe da Mais nova onda do Skoob

Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Uma última chance a nós

   

    Hoje lhe escrevo essa carta como se fosse ontem, seja lá onde você estiver sei que vai compreender o que eu digo. Muitos anos se passaram e eu estou aqui deitada na rede bordada de botões de rosa na sacada da nossa casa à beira mar. As crianças já não passam correndo pela janela como de costume, não disputam pipa, não brincam de pique esconde no nosso jardim; pra falar a verdade ver uma criança se tornou uma coisa muito rara.
    A geladeira já não anda lotada de cerveja há uns bons anos, não que eu tenha esquecido o gosto que ela tem, mas ouvir o "tizz" que ela ecoa ao ser aberta deixou de ter graça quando você foi embora. Às vezes tenho a impressão de ouvir a sua risada pelos corredores da cozinha, existem momentos que o som parece tão perto que posso sentir o seu sussurro ao pé do ouvido junto com a sua respiração acelerada por estar ao meu lado.
    Parece que longe de mim você se livrou de um peso, o peso da culpa que carregou por tanto tempo. Já não o vejo há dias e parece que está tudo bem no seu mundo que um dia deixou de ser nosso. Ao contrário do que você previa, não foi possível cumprir com a minha promessa, a de ser feliz e tocar a minha vida. Não vou negar que eu tentei, como posso dizer que não deu certo se eu não tentar?
     Mas os meus sonhos ainda permanecem, não sei com que força ou intensidade, mas eu sinto. Sou como uma arara que encontra um companheiro uma vez na vida e se por algum motivo eles se perdem um do outro ela fica solitária porque só ama uma vez. E ponto final! Não tem conversa.
    Uma vez me disseram que permitir que um amor acabe é o maior desperdício que o homem já viu. Não quero que ele acabe, porque eu sei, dentro de mim que ele é o único que vai existir, porque ele foi entrega, do começo ao fim. Foi uma pena você ter entregado o jogo e permitido que você se fosse, sendo que eu lutei para que ficasse, com todas as armas que eu tinha, com o máximo de dedicação, com o total cuidado, com zelo, com respeito.
     E hoje, depois de tanto tempo, fiel aos meus princípios, em silêncio, mais uma vez te amei.



Alice