Participe da Mais nova onda do Skoob

Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Abnegação



Não, não estou fugindo
Para que me esconder
se é necessário me perder
para te ver sorrindo?

Seria esse abraço digno do meu afeto?
Acredito que seja culpa desse espaço
que aos poucos, passo ante passo
com o tempo, me trouxe mais para perto

Não procure tornar-me compreensível
Pois no minuto seguinte mudará de opinião
só não escreva de giz o meu nome no chão
Porque a tempestade apaga e me torna invisível

Não diga que eu sou linda
antes de dizer que me ama
porque na vida que lhe diz
o amor vem primeiro
antes de uma simples noite em tua cama

Não me confunda com outros amores
nem com outras paixões
Principalmente aquelas que trouxeram suas dores
Não valorizaram seus poemas e suas flores
e como refresco pingaram em teus olhos o suco de alguns limões

Há um certo tempo deixei de ser a menina do teu passado
Para dar lugar à mulher do teu presente
E se mesmo assim você não mais me enxergar em tua frente
Acredite que daqui pra frente, estarei sempre ao seu lado


Ludimila do Nascimento Bassan