Participe da Mais nova onda do Skoob

Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Tem gente parada no tempo



E o nosso tempo é que passa
Beija a face feito o vento
Que corre e já vai se escondendo
E tem gente que acha graça

É, até parece a melhor idade chegando
O momento é de sorrir todo o dia
Voltar a preencher a nossa casa vazia
E tem gente que já estava esperando

Veja só, tem um sonho que já está a chegar
Talvez em julho quando tudo pára
A nossa imagem seja profundamente Clara
E tem gente que não sabia que poderia amar

Enquanto estamos à espera
Da vida poder nos apresentar
E nos meus braços poder te ninar
Tem gente que a vontade supera
A curiosidade o nosso tempo tempera
Sendo o maior resultado do nosso perseverar

Então, embalados pelo ritmo do tempo
Tem gente que sente a vida passar
Tem gente que não sabe esperar
E eu? Ah! Eu sou o sabor do vento


Ludimila do Nascimento Bassan